Etapa 1: Porto-Vairão

Subscrever a Newsletter
Subscrever a Newsletter
Nome*
Email*
* Concordo com os Termos de Utilização e Privacidade.
Please agree to all the terms and conditions before proceeding to the next step
Save To Wish List

Adding item to wishlist requires an account

1832
  • 5 horas
  • Quilómetros
    25 km
  • Urbano
  • 5
  • 115 m

A etapa Porto – Vairão começa na zona histórica da cidade invicta. Entre as ruas e os prédios antigos, recheados de diferentes tons de azul, caminhamos pelos passeios estreitos, ao longo de carros, de multidões e de caves de vinho. Este percurso, interessante para os apaixonados por arquitetura, pode ser aborrecido para quem prefere o contacto com a natureza e o “verdadeiro” espírito de Santiago.
No entanto, à chegada a Vairão, os peregrinos são recebidos pelo verde imenso e um belíssimo mosteiro escondido entre as árvores milenares que lá habitam.

Saída:

Chegada:

Onde comer

Onde Dormir

Porto-Vairão: Fotografias
Porto-Vairão: Itinerário

A: Sé do Porto

O caminho sai da Sé do Porto. Um dos monumentos mais antigos de Portugal, mesmo no centro da cidade invicta, podemos ver as setas que nos vão guiar ao longo dos próximos quilómetros. E não te preocupes, estão bem sinalizadas até Santiago de Compostela.

B: Igreja do Carvalhido

A partir de agora começamos a dizer adeus à cidade do Porto. Nesta intersecção, que tem como protagonista a antiga capela do Carvalhido revestida com os icónicos azulejos azuis tão habituais na cidade invicta. Agora é seguir as setas. Sempre em frente, até chegarmos à zona rural. 

C: Igreja São Pedro em Araújo

Araújo está entre Moreira de Maia e o Porto. Aqui é o primeiro espaço em que podes parar um pouco, sem a azáfama da cidade. Perto da igreja, que remonta a pelo menos  ao século XVII, está um largo com vários bancos para sentar. E, ao lado, um café para reforçar as energias.

D: Farmácia Azevedo

Após o troço mais urbano, entre a Cidade do Porto e Moreira da Maia, o caminho começa a regressar à ruralidade e aos pequenos municípios que compõem grande parte do trajeto. São muitos os locais que poderiam ser divulgados, mas há um segredo escondido nesta primeira etapa. A farmácia Azevedo. Que é uma das mais antigas farmácias a atuar em Portugal desde Abril de 1737. Localizado na praça da Lameira é o local perfeito para descansar. 

E: Vairão

A pequena localidade de Vairão é um tesouro do Portugal interior.  Escondida entre o verde da Serra e zonas mais urbanizadas tem um mosteiro preparado para receber vários peregrinos e alguns cafés e restaurantes com preços acessíveis. Agora é tempo de descansar.  O Albergue de Peregrinos do Mosteiro de Vairão é o centro da aldeia e é o local ideal para entrar no espírito da peregrinação. Com um espaço de convívio exterior, cozinha e muitos quartos, vais conhecer pessoas que também estão percorrer o caminho. Não te assustes à entrada. 

Porto-Vairão: Mapa

.

Perguntas Peregrinas.

A partir da Sé do Porto não me perco?

Em princípio não! As setas amarelas estão bem identificadas no chão. Se por acaso estiveres na dúvida basta olhar em volta e ver em que direção os restantes caminheiros estão a ir. Outra ideia é perguntar a alguém como ir em direção à igreja do Carvalhido. 

É seguro fazer o caminho sem companhia?

Os incidentes tendem a ser mínimos e muitas pessoas fazem o caminho sozinhas. No entanto, a segurança pode ser subjetiva. Muitos caminheiros fazem o caminho, por isso, em caso de receio podes sempre pedir ajuda. 

Depois deste troço, há mais natureza?

Esta é a etapa mais urbana do percurso português. À entrada de Vairão é notável a diferença de paisagem natural.